Saúde Bucal vai às escolas

Equipe orienta os alunos sobre saúde bucal e ainda encaminha para o CEO aqueles com problemas de caries

1

Um projeto piloto da Secretaria Municipal da Saúde de Santo Antônio da Platina iniciou atendimento odontológico nas escolas da cidade. Ontem, uma equipe de dentistas, técnicos e estagiários, coordenados pelo dentista José Mario Fraiz, do setor de Saúde Bucal do município, atenderam os alunos da Escola Municipal Franklin Roosevelt. Apoiados pela Unidade Móvel da Saúde Bucal, os profissionais fizeram uma triagem nos 55 estudantes presentes no estabelecimento ontem.
A escola atende 72 crianças do 2º ao 5º ano em período integral. Aqueles que apresentaram caries ou outros problemas bucais, foram agendados para iniciar tratamento na próxima semana, no Centro de Especialidades Odontológica (CEO), que funciona na Secretaria Municipal da Saúde. A ideia é levar os cuidados com a saúde bucal à todas as escolas da cidade.
Segundo o dentista José Mário, o projeto já realiza um trabalho junto aos estabelecimentos escolares de orientação, começando pela escovação dos dentes. “De três em três meses visitamos as escolas e ensinamos as crianças a cuidarem melhor de suas bocas. A escovação correta é uma das medidas. Em toda visita levamos escovas de dentes novas”, explicou.
Segundo José Mário, com as orientações e supervisões, as crianças menores estão apresentando menos problemas bucais do que as maiores. “Não podemos descuidar das pequenas, mas os pré-adolescentes precisam de mais atenção. Muitos deles apresentam problemas sérios e até perda de dentes”, comentou salientando que essa é uma situação recorrente não apenas em Santo Antônio da Platina, mas em todo o Brasil. “É preciso observar as crianças. Elas mantêm elevados números de extrações dentárias prematuras e sem a preservação do espaço perdido, o que contribui para o alto índice de cárie dentária e desenvolvimento de más oclusões”, explicou.
Atuam junto com o coordenador, as dentistas Beatriz Quils, Juliana Torre Grossa e Ana Francisca Brochado, além das técnicas em higiene bucal, Simone Rafael, Maria Aparecida e a estagiária Graziela Almeida.
A diretora da Escola municipal Franklin Delano Roosevelt, Agda Coelho Mendes disse que o serviço é fundamental para a saúde das crianças da escola. “É muito importante essa atenção, porque as crianças aprendem a cuidar de seus dentes e evitam problemas no futuro. No ano passado, eu já havia pedido que a equipe da saúde bucal viesse até aqui para fazer o trabalho curativo também. A prevenção já vem sendo feita, pela odontologia municipal e também pelos nossos professores”, disse.

Projeto Odontologia nas Escolas
A diretora da secretaria da Saúde, Adriana Almeida, explicou que o projeto pretende atender todas as escolas da díade, e trabalhar tanto na prevenção quanto no tratamento curativo. “A saúde bucal no Brasil ainda apresenta um quadro epidemiológico preocupante, com altos índices de cárie dentária associados a focos de polarização da doença.
A escola é considerada um local adequado para a ampliação de programas de saúde por reunir crianças em faixas etárias propícias à adoção de medidas preventivas”, disse contando que a Secretaria de Saúde de Santo Antônio, através do setor de Odontologia, criou o projeto “Odontologia na Escola”, que tem o objetivo realizar uma triagem em crianças de dos três aos 10 anos para verificar a condição dentaria.
“Posteriormente à triagem, vamos iniciar o tratamento da remoção de cáries e selamento do dente conhecido como ART (Tratamento Restaurador Atraumático)”, disse.
O Tratamento Restaurador Atraumático (ART) é uma técnica de mínima intervenção e máxima prevenção, baixo custo e que utiliza apenas instrumentos manuais.
“Esta ação de promoção em saúde faz parte do Programa de Saúde na Escola e será realizado mensalmente em todas os estabelecimentos do município em parceria com a Secretaria Municipal de Educação”, adiantou.
Projeto Odontologia nas Escolas
A diretora da secretaria da Saúde, Adriana Almeida, explicou que o projeto pretende atender todas as escolas da díade, e trabalhar tanto na prevenção quanto no tratamento curativo. “A saúde bucal no Brasil ainda apresenta um quadro epidemiológico preocupante, com altos índices de cárie dentária associados a focos de polarização da doença A escola é considerada um local adequado para a ampliação de programas de saúde por reunir crianças em faixas etárias propícias à adoção de medidas preventivas”, disse contando que a Secretaria de Saúde de Santo Antônio, através do setor de Odontologia, criou o projeto “Odontologia na Escola”, que tem o objetivo realizar uma triagem em crianças de dos três aos 10 anos para verificar a condição dentaria. “Posteriormente à triagem, vamos iniciar o tratamento da remoção de cáries e selamento do dente conhecido como ART (Tratamento Restaurador Atraumático)”, disse.
O Tratamento Restaurador Atraumático (ART) é uma técnica de mínima intervenção e máxima prevenção, baixo custo e que utiliza apenas instrumentos manuais.
“Esta ação de promoção em saúde faz parte do Programa de Saúde na Escolae será realizado mensalmente em todas os estabelecimentos do município em parceria com a Secretaria Municipal de Educação”, adiantou.

Comentários

FONTETribuna do Vale/Gladys Santoro/Crédito: Antônio de Picolli
COMPARTILHE