SP muda meio time desde última vitória no clássico contra Corinthians

Em pouco mais de três meses muito mudou no São Paulo.

8

Em um dos momentos mais negativos dos últimos anos, o São Paulo enfrentou o Corinthians no dia 22 de abril de 2015 pela Copa Libertadores com a possibilidade de ser eliminado ainda na fase de grupos da competição que se acostumou a admirar e vencer. Logo depois da demissão de Muricy Ramalho, se perdesse para o rival e visse o San Lorenzo (ARG) vencer o Danúbio (URU), o São Paulo estaria eliminado. Mas venceu, por 2 a 0, com atuação sólida, e foi às oitavas de final.

Em pouco mais de três meses muito mudou no São Paulo. O técnico é Juan Carlos Osorio, sete jogadores deixaram o plantel – Paulo Miranda, Denilson, Souza, Dória, Ewandro, Cafu e Boschilia – e dois chegaram – Wilder Guisao e Luiz Eduardo. O saldo da transformação é que no clássico de domingo, no Morumbi, pelo Brasileirão, o São Paulo deverá ter metade do time de linha diferente daquele que venceu o Corinthians no último Majestosos.

Em 22 de abril Milton Cruz escalou o São Paulo com: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Dória e Reinaldo; Hudson, Denilson, Souza e Michel Bastos; Ganso e Luis Fabiano. Destes, três já não estão mais no clube e outros dois não devem atuar no domingo.

Juan Carlos Osorio não revela a equipe que colocará como titular, mas diz ter “uma boa ideia” de qual será o time. Segundo quem acompanhou os treinos fechados dos últimos dias no CT da Barra Funda, o São Paulo deverá jogar com: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Luiz Eduardo e Carlinhos; Lucão, Wesley e Michel Bastos; Ganso, Luis Fabiano e Centurión – Osorio deve desmontar ligeiramente a formação com três zagueiros, que vem sendo utilizada, e trocar por uma linha de quatro defensores com Lucão logo à frente da dupla de zaga.

Se o São Paulo não tivesse conseguido o efeito suspensivo de Luis Fabiano, que foi suspenso por duas partidas e cumpriria a segunda no clássico, o mais provável é que Michel Bastos jogasse no trio ofensivo e Hudson compusesse o meio de campo.

Neste período de transformação, o São Paulo chegou a liderar o Brasileirão e viu a crise financeira do clube afetar o futebol: salários atrasados e jogadores vendidos.

Do outro lado, o Corinthians conseguiu manter a base da equipe derrotada no último Majestoso. O time titular provável do rival são-paulino deve ter: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Bruno Henrique; Jadson, Elias, Renato Augusto e Malcom; Luciano. As mudanças estão na saída do volante Ralf e dos atacantes Emerson Sheik e Vagner Love.

Comentários

FONTEUol Esporte
COMPARTILHE