Allianz já rendeu R$ 42 mi ao Palmeiras e está perto de bater meta anual

Meta de um ano já foi quase atingida em 7 meses no Allianz Parque

9

Além de atrapalhar os planos do técnico Marcelo Oliveira, os quatro jogos que o Palmeiras pode perder no Allianz Parque devem atingir o bolso alviverde. Não é para menos: a renda bruta do clube jogando em seu estádio já ultrapassou R$ 42 milhões em 2015.

São R$ 23,3 milhões no Paulista, R$ 17,2 milhões no Brasileiro e mais R$ 1,8 milhão da Copa do Brasil – segundo números retirados dos boletins financeiros disponibilizados pela Federação Paulista e pela CBF.

Os números são frutos e um equilibrio encontrado pelo Palmeiras: ao mesmo tempo que tem os ingressos mais caros do Brasil, o alviverde consegue manter a casa a cheia. Foi assim no Paulista, e continua sendo no Brasileiro.

No estadual, segundo cálculo do Footstats, o Allianz Parque teve o ticket médio mais alto: R$ 80,68 reais; isso resultou em um público médio de 28,9 mil pessoas, ficando atrás apenas do Corinthians, que teve 29,2 mil.

No Brasileirão os ingressos alviverdes continuaram sendo os mais caros da competição, mas ficaram um pouco mais baratos: preço médio de R$ 64,64. O público subiu também, e é o melhor do país: 33,3 mil espectadores por jogo.

Os números superam em muito as expectativas traçadas pelo clube no começo da temporada. Em sua previsão orçamentária, o Palmeiras esperava uma renda bruta de R$ 50 milhões; em menos de sete meses, está perto de batê-la.

Os R$ 50 milhões erão atingidos com mais três ou quatro partidas. O próximo jogo do Palmeiras no Allianz é neste domingo, diante do Atlético-PR, às 11h.

Comentários

FONTEUol Esportes
COMPARTILHE