Suíço coloca fogo na própria Ferrari porque queria modelo mais novo

Jovem foi multado e pegou 1 ano e 10 meses de liberdade condicional. Ele queria receber o dinheiro do seguro para comprar modelo mais novo.

1

Um suíço pediu para três amigos colocarem fogo em sua Ferrari 458 Italia, avaliada em 240 mil francos suíços (R$ 855 mil), para pode receber o dinheiro do seguro e, assim, comprar um modelo mais novo do esportivo de luxo.

O quarteto foi julgado na última quarta-feira (5) por um tribunal de Augsburgo, na Alemanha. Durante a audiência, o jovem disse que recebia entre 5 mil e 10 mil francos suíços (entre R$ 17,8 mil e R$ 35,6 mil) por mês de mesada de seu pai.

Além disso, ele contou que tinha outros 15 carros de luxo, incluindo um Lamborghini, tudo recebido de presente de seu pai. Mesmo assim, o jovem disse que não estava satisfeito com a Ferrari 458 Italia e queria um modelo mais novo.

A promotoria havia pedido um ano e seis meses de prisão para os quatro cúmplices, mas o juiz aplicou uma pena mais leve. O rapaz pegou um ano e dez meses de liberdade condicional, além de multa de 32 mil francos suíços (R$ 114 mil).

Os outros três acusados foram condenados entre 14 e 16 meses de liberdade condicional.

O jovem é filho de um empresário da região de Zurique. Na época do incidente, em 2014, o rapaz pediu ajuda de três cúmplices para fraudar o seguro. O plano, no entanto, não deu certo, pois câmeras de segurança flagraram eles colocando fogo no carro.

Ele contou que tinha sido aconselhado por um vendedor de carros a fraudar o seguro. Ele arquitetou um plano com os amigos para atear fogo em seu carro, mas, achando que não seria descoberto, ele decidiu fazer isso após cruzar a fronteira com Alemanha.

Comentários

FONTEG1
COMPARTILHE