Homem encontra carteira com R$ 1,5 mil e devolve para dono

Honestidade falou mais alto.

2

“Já estava a 200 metros da carteira, quando me veio na cabeça, voltar para buscar e procurar o seu dono”. Essa foi uma das coisas que o atleta de ciclismo Valdir Almeira da Silva, de 46 anos, disse aoPortal A TARDE depois de encontrar uma carteira contendo cerca de R$ 1,5 mil na avenida Magalhães Neto, na Pituba, na manhã desta quinta-feira, 13.

Valdir, que também é motorista de uma loja de móveis na cidade, estava treinando ciclismo no local, quando avistou a carteira,  mas continuou pedalando. Como ele relata, estava muito concentrado no treinamento e só veio dar importância ao objeto quando já estava a quase 200m do local.

“Já fazia a quinta volta do percurso do meu treinamento. Passei pela carteira e só depois de algum tempo caí na real de voltar”, disse Valdir, que depois de pegar o objeto, voltou imediatamente para casa e comentou o caso à esposa.

“O mundo está tão terrível que as pessoas pensam que só existe gente do mal. Em um caso como esse, a pessoa só pensa em entrar em contato com a delegacia e com o banco para cancelar os cartões”, disse Nicelia da Silva, que ao ouvir a história contada pelo marido usou o nome na identidade do dono da carteira para procurá-lo no Facebook.  Ela pesquisou por Marcel Freire na rede social e não foi difícil achar.

Nicelia e Marcel têm um amigo em comum na rede social. Trata-se de Victor Hugo, que foi avisado pela moça sobre o objeto achado e informou o número do telefone de Valdir para o dono da carteira.

Marcel, que tem 35 anos, é músico e, atualmente, baterista do cantor baiano Netinho. Ele contou quando percebeu a perda da carteira e disse que já ia entrar em contato com a delegacia para informar a perda dos documentos. “Eu estava dando voltas de bicicleta no local. Quando cheguei em casa, percebi que tinha perdido a carteira”.

O músico diz que foi buscar o número dos bancos, delegacia e plano de saúde, via internet, para informar sobre a perda, quando por acaso abriu o Facebook e viu uma mensagem de Nicelia. O recado continha apenas a foto da carteira de identidade dele. Marcel então tentou entrar em contato com a moça. “Fui no perfil dela, procurei o telefone, deixei recado com amigos e nada”.

Alguns minutos depois, Victor Hugo passou o número de telefone de Valdir para Marcel, que marcou um encontro com o ciclista.

O encontro entre os dois ocorreu na loja de móveis onde Valdir trabalha, localizada no Vale das Pedrinhas. Marcel recuperou sua carteira, com todos os objetos que estavam dentro e se disse surpreso e feliz com a atitude.

Comentários

FONTEUol / A Tarde
COMPARTILHE